Gestor de Tráfego Orgânico - Como dominar o Google SEO?

Gestor de Tráfego Orgânico SEO

Conquistar uma boa posição na primeira página do Google é o desejo de muitas empresas. O site processa em média mais de 40 mil pesquisas a cada segundo (Internet Live Stats), mais de 100 bilhões de pesquisas por mês (Mashable) e pelo menos 2 trilhões de pesquisas por ano em todo o mundo (Android Police).

E, há uma forma de aparecer nos resultados de busca do Google sem ter que pagar por anúncios, conquistando o espaço de maneira natural, sem apelo publicitário e gerando um tráfego orgânico. Sabia que cerca de 70% a 80% dos usuários ignoram os anúncios pagos (Search Engine Land)? Esse dado mostra que os anúncios nem sempre são a melhor forma de ter mais visibilidade no Google.

Quer dominar o Google através do tráfego orgânico? Então, continue acompanhando o texto, saiba mais sobre tráfego orgânico e veja o que faz e a importância de contratar um gestor de tráfego orgânico para a sua empresa.

O que é tráfego orgânico?

O tráfego orgânico é a movimentação que acontece em um site de forma orgânica, natural. Uma forma de gerar esse tipo de tráfego é através da otimização SEO – que vamos explicar mais à frente – que não possui um custo direto. As visitas do tráfego orgânico são geradas quando o usuário clica em um site após uma pesquisa em algum mecanismo de busca, como o Google.

Como usar tráfego orgânico?

A pergunta ideal neste caso não seria como usar o tráfego orgânico, mas sim como obter tráfego orgânico.

Quer saber como usar tráfego orgânico? Veja 3 formas:

1. Crie conteúdos relevantes

Um passo inicial para obter tráfego orgânico é utilizar o Inbound Marketing, criando conteúdos relevantes para o público da marca. Esse tipo de marketing tem como foco oferecer materiais ricos e importantes para conquistar o lead e torná-lo um cliente da marca de forma natural, sem um forte apelo publicitário.

2. Utilize técnicas de SEO

Para gerar mais tráfego orgânico o conteúdo criado deve ser otimizado com técnicas de SEO, que envolvem a utilização de palavras-chave nos textos do site. Além do uso de palavras-chave é importante utilizar outras estratégias de otimização que melhoram o rastreamento, a indexação e o rankeamento do site nos mecanismos de busca.

3. Mantenha uma frequência

Não adianta criar conteúdo de qualidade e otimizá-lo, mas não manter uma frequência de publicações. Para gerar cada vez mais tráfego é importante sempre alimentar o blog do site e manter uma frequência de publicações, pois o Google e outros sites de busca consideram isso como fator importante de rankeamento.

Bônus. Utilize as redes sociais

A dica bônus da nossa lista de como obter tráfego orgânico é utilizar as redes sociais para compartilhar o conteúdo produzido. Os links dos conteúdos podem ser compartilhados no Instagram, no Facebook, no LinkedIn (dependendo do tipo de empresa) e até mesmo no e-mail. Isso vai fazer com que mais pessoas entrem no site.

Mais à frente veremos em detalhes como obter tráfego orgânico em “o que faz um gestor de tráfego orgânico?”.

Tráfego orgânico é a mesma coisa que SEO?

Gestor de Tráfego Orgânico - SEO

Muitos têm dúvida se o tráfego orgânico é a mesma coisa que SEO. No início do texto já vimos o que é tráfego orgânico. Agora vamos ver o que é SEO.

SEO significa Search Engine Optimization ou Otimização de Mecanismos de Busca e é uma estratégia que faz parte do marketing digital. Essa otimização consiste em técnicas aplicadas nas páginas do site, principalmente nas páginas do blog, que melhoram o posicionamento do site no Google e em outros sites de busca, gerando tráfego orgânico.

A principal técnica de otimização é o uso de palavras-chave, que são inseridas ao longo do conteúdo do blog. Outras técnicas de otimização consistem em melhorar a velocidade e a usabilidade do site.

As palavras-chave são importantes porque quando um usuário pesquisa a palavra-chave ou alguma variação dela na barra de busca do Google, por exemplo, o Google rastreia as páginas da web que contêm a palavra-chave e as indexam, mostrando-as para o usuário.

Voltando à pergunta, tráfego orgânico não é a mesma coisa que SEO, pois SEO é uma forma de gerar tráfego orgânico.

Qual a diferença entre tráfego orgânico e tráfego pago?

Já vimos o que é tráfego orgânico e vamos ver agora o que é tráfego pago. O tráfego pago é a movimentação que acontece em um site por causa de anúncios pagos. A forma de gerar esse tipo de tráfego é através dos anúncios do Google Ads, que são pagos. As visitas desse tipo de tráfego são geradas quando o usuário entra em um site após clicar em um anúncio, que é exposto exclusivamente no Google.

Veja algumas diferenças entre o tráfego orgânico e o tráfego pago:

Compra x Conquista

A principal diferença entre o tráfego orgânico e o tráfego pago é a forma de conquistar o espaço no Google. O tráfego pago é gerado quando um site compra um espaço temporariamente em uma página de resultados do Google. Já que a compra é temporária podemos dizer que o site aluga um espaço para obter cliques. Já o tráfego pago é gerado quando um site conquista um espaço em uma página de resultados do Google sem ter que pagar por ele.

Além disso, 71,3% das buscas geram cliques nos resultados orgânicos da primeira página, enquanto apenas 1,91% geram cliques nos resultados pagos da primeira página.

Curto prazo x Longo prazo

Outra diferença entre o tráfego orgânico e o tráfego pago é que no primeiro os resultados são percebidos a longo prazo – a partir dos 3 primeiros meses. Mas, um ponto positivo é que o conteúdo do site fica disponível para sempre na web para o usuário, que pode acessá-lo anos depois dele ter sido publicado. Ou seja, as estratégias de tráfego orgânico continuam dando resultados a longo prazo.

Já as estratégias de tráfego pago geram resultados imediatos. Porém quando a campanha acaba e o cliente deixa de pagar pelo anúncio o site para de receber as visitas vindas do anúncio. Ou seja, as estratégias de tráfego orgânico não dão resultados a longo prazo, pois o anúncio não fica disponível para sempre na web.

O que faz um gestor de tráfego orgânico?

Um gestor de tráfego orgânico é um profissional especialista em estratégias de geração deste tipo de tráfego, como é o caso da estratégia de SEO. No caso do especialista de SEO, ele trabalha para dar mais visibilidade ao site, fazendo-o aparecer nas primeiras páginas de sites de busca como o Google, obtendo assim mais tráfego.

Para isso ele precisa supervisionar a geração de conteúdo e realizar a otimização do site. Isso é feito, geralmente, seguindo esses passos:

Análise do site:

Inclui a análise do tráfego atual do site da empresa e a análise do posicionamento atual dela no Google e em outros sites de busca. Para descobrir isso o gestor de tráfego orgânico pode simular uma pesquisa de usuário na internet e pode usar recursos como o Google Analytics, que mostra a quantidade de visitas ao site, entre outras métricas.

Apontamento de erros:

Neste passo, após a análise, o gestor de tráfego orgânico vai apontar os erros observados que estão impedindo o aumento do tráfego. Alguns exemplos de erro são: site lento, falta de design responsivo para dispositivos móveis, falta de frequência nas publicações do blog e urls muito longas e sem palavras-chave.

Sabe por que esses erros prejudicam o tráfego? Um site lento ou que não fornece uma boa experiência de navegação para dispositivos móveis até pode atrair alguns visitantes, mas não vai conseguir mantê-los por muito tempo. Isso diminui a taxa de retenção e é considerado um ponto negativo para o Google, que vai diminuir a visibilidade do site – o que diminui o tráfego e as chances de conversões.

Resolução de erros:

Após apontar os erros o profissional estuda a melhor forma de resolvê-los e trabalha para isso. Vamos usar alguns exemplos de erros citados anteriormente. São erros que parecem bobos e soluções que parecem simples, mas que realmente fazem diferença no tráfego do site e na experiência do usuário.

Para resolver o problema do site lento é necessário saber se a lentidão está sendo causada por excesso de imagens, imagens pesadas, por plugins desnecessários ou por outros motivos. Após identificar isso o gestor de tráfego orgânico pode excluir plugins sem uso e imagens pesadas e carregá-las em um tamanho menor, mas que não comprometa a qualidade.

Estudo de palavras-chave:

Este é um passo muito importante no processo de otimização do site, pois é através da busca utilizando palavras-chave que os usuários podem achar o site da empresa. Neste passo o especialista estuda as palavras-chave ideais para serem inseridas no conteúdo do site da empresa cliente. Para isso ele utiliza ferramentas e recursos como Google Trends, Google Keyword Planner e Google Search Console.

Com auxílio das ferramentas o gestor de tráfego orgânico vai saber, por exemplo, quais palavras são mais e menos pesquisadas no mercado. Após esse estudo aprofundado o especialista vai decidir quais são as melhores palavras para o conteúdo da empresa naquele momento. E, nem sempre as palavras que são mais pesquisadas vão ser as escolhidas, pois elas têm muita concorrência e podem fazer o site do cliente ficar atrás de vários outros sites.

Planejamento de conteúdo:

O planejamento de conteúdo é a fase na qual o gestor detalha sobre o conteúdo que vai ser publicado no blog do site da empresa. É importante frisar que o trabalho de SEO gera resultados a médio e longo prazos. Por isso, geralmente o planejamento é feito para 3 meses de publicação, no mínimo.

No planejamento o gestor de tráfego orgânico define os temas dos artigos, a palavra-chave que vai ser utilizada em cada um deles e a data de publicação. Os artigos sempre devem ter informações de qualidade, que atraiam o público da marca e ofereçam respostas para as dúvidas e soluções para os problemas dos usuários.

Vamos considerar uma marca que vende móveis planejados. Alguns exemplos de palavras-chave para os artigos são: “Como otimizar o espaço de cozinha pequena?”, ”Vale a pena comprar móveis planejados?” e “Móveis planejados em São Paulo”. Perceba que os artigos criados a partir dessas palavras-chave respondem dúvidas e oferecem soluções para as pesquisas dos usuários.

Além disso, elas são voltadas para públicos que estão em diferentes posições da jornada de compra. A primeira palavra-chave vai ser digitada na barra de pesquisas por alguém que quer otimizar o espaço da cozinha pequena. Talvez essa pessoa nem esteja pensando em móveis planejados. Mas, o artigo pode sugerir isso, fazendo-a considerar essa possibilidade para ter uma cozinha mais prática e bonita.

A segunda delas provavelmente vai ser pesquisada por um usuário que está insatisfeito com seus móveis comuns e quer saber se vai valer a pena comprar móveis planejados. Outra será buscada por um usuário que já sabe que quer comprar móveis planejados e está procurando um local em São Paulo que os venda.

Percebe que os artigos que vão ser escritos com essas palavras são destinados a usuários diferentes, que estão em diferentes níveis do funil de vendas? E, o gestor de tráfego orgânico deve considerar isso ao planejar o conteúdo, para ser útil a todos os usuários e chamá-los para a compra no momento certo.

Otimização de conteúdo On-page e Off-page:

Assim como o estudo de palavras-chave este passo também é muito importante para a estratégia de SEO para geração de tráfego orgânico. Mais que importante esse é o passo que realiza a otimização em si, que é feita on-page e off-page.

A otimização on-page se refere a otimização realizada dentro das páginas, como palavras-chave, urls, meta description e títulos de cabeçalho. Já a otimização off-page é aquela realizada de forma subjetiva ou fora da página, como a geração de backlinks.

Vamos nos concentrar em como fazer a otimização on-page. Lembra do planejamento de conteúdo do passo anterior? Agora é o momento de produzir o conteúdo, otimizá-lo e enfim publicá-lo. Veja um pouco de como o gestor de tráfego orgânico vai otimizar o conteúdo on-page:

  • Inserção da palavra-chave em cerca de 1% do texto;

  • Encurtamento da url, contendo a palavra-chave;

  • Produção da meta description, contendo a palavra-chave;

  • Otimização do título SEO, contendo a palavra-chave;

  • Inserção de links para páginas internas;

  • Inserção de títulos de cabeçalho;

  • Otimização de imagens com atributo alt.

Análise de resultados:

Com as mesmas ferramentas utilizadas no primeiro passo, nesta última etapa o gestor de tráfego orgânico analisa os resultados obtidos através da otimização SEO. Ele analisa como está o posicionamento no Google da página principal do site e das outras páginas. Além disso, faz uma análise completa das métricas e assim pode ter informações sobre o tráfego orgânico como:

  • Tráfego;

  • Origem das visitas;

  • Páginas por visita;

  • Tempo de permanência;

  • Taxa de rejeição;

  • Visitantes únicos;

  • Visitantes retornantes.

O gestor de tráfego orgânico é um especialista experiente e que possui uma equipe com profissionais qualificados que o auxiliam em cada etapa do processo de otimização SEO. Além disso, ele tem acesso à ferramentas, recursos e programas essenciais para a gestão do tráfego.

E, outro ponto importante é que o gestor de tráfego orgânico conhece os algoritmos do Google e está por dentro das mudanças e isso é fundamental para melhorar o rankeamento do site no Google. Por isso, contratar um gestor de tráfego orgânico é essencial para conseguir mais visibilidade no Google, obter mais tráfego orgânico e mais conversões.

Conheça Flávio Muniz especialista em tráfego orgânico e SEO

Agora que você já sabe o que faz um gestor de tráfego orgânico, conheça o especialista Flávio Muniz. O Gestor de Tráfego Orgânico e especialista em SEO Flávio Muniz tem centenas de cases de SEO e mídias sociais. Ele é Gestor da Agência Espalhando Marketing Digital, Professor do MBA em Marketing, Branding e Growth na PUC-RS, Especialista em Marketing Político e Propaganda Eleitoral pela ECA-USP. Possui vasta experiência em Marketing Digital com centenas de cases em SEO e Mídias Sociais, realizou extensões em Digital Marketing and Online Strategies em Harvard (Boston) | 2013 e UCLA (Los Angeles) | 2015.

A agência do especialista Flávio Muniz, a Espalhando, tem 10 anos de mercado e já posicionou mais de 500 empresas no topo do Google! Quando o SEO ainda não era uma preocupação dos negócios os profissionais da agência já estudavam e realizavam ações em clientes. A agência acompanhou todas as mudanças que ocorreram de lá para cá e hoje é uma especialista em SEO.

O Gestor de Tráfego Orgânico conhece as mudanças do algoritmo
Flávio Muniz

Para contratar o Gestor de Tráfego Orgânico Flávio Muniz e dominar o Google entre em contato pelo link acima, através do e-mail: contato@flaviomuniz.com.br, ou do telefone: (11) 4872-6630.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.